Um dos principais objetivos de quem tem negócios online é aparecer na primeira página do Google ou seja na SERP. Quanto melhor o posicionamento orgânico, maiores são as chances de obter cliques para sua página, ou seja, mais possibilidades de novos negócios.

Isso justifica porque 64% dos profissionais de marketing investem recursos em estratégias de SEO. Afinal, cerca de 30% da taxa de cliques vai para o resultado da primeira posição do Google SERP.

Quer conhecer as particularidades da SERP e saber as principais formas de posicionar sua marca no buscador? Então, continue com a leitura.

O que é SERP

SERP – Search Engine Results Page -, ou Página de Resultados do Mecanismo Pesquisa. São as páginas de resultados que aparecem quando fazemos pesquisas no buscador do Google.

A SERP foi desenvolvida pensando na experiência do usuário, de forma que apresente os resultados que correspondam da melhor forma a intenção de cada busca realizada.

Realize uma busca com a mesma palavra-chave algumas vezes e notará que os resultados sempre serão diferentes. Isso acontece porque os algoritmos do Google entendem que os resultados exibidos não foram satisfatórios.

Quando estamos logados em nossa conta do Google, os algoritmos analisam nosso histórico de pesquisas e preferências na tentativa de entender nossa intenção para, a partir daí, apresentar os resultados da SERP.

No exemplo a seguir, realizei uma pesquisa logado em minha conta do Google, com a palavra-chave “gastronomia”.

Veja como os resultados apresentados na SERP foram diferentes quando realizei a mesma pesquisa em uma página anônima.

Como alterar a quantidade de resultados orgânicos exibidos na SERP

Por padrão são exibidos 10 resultados orgânicos em cada pesquisa. No entanto, é possível alterar essa configuração no Google Chrome para até 100 resultados.

Esta funcionalidade é útil em casos que utilizamos os operadores de pesquisa avançada do Google para refinar e analisar muitos resultados.

Passo a passo para alterar a quantidade de resultados da SERP no Google Chrome:

  1. realize uma pesquisa;
  2. clique no menu “Configurações”;
  3. escolha a opção “Configurações de pesquisa”;
  4. altere a quantidade dos resultados de pesquisa para 10, 20, 30, 40, 50 ou 100.
  5. role a página até o final e pressione “Salvar”.

Impactos das estratégias de SEO na SERP

Aplicamos estratégias de SEO em sites e conteúdos para melhorar o posicionamento orgânico das páginas. Afinal, quem não é visto não é lembrado, certo?

Desse modo, saber quais técnicas influenciam de forma direta o Google SERP é de suma importância para otimizarmos nossos conteúdos.

Palavras-chave

A primeira coisa que precisamos prestar atenção é no uso de palavras-chave nos conteúdos. São elas que acionam os resultados que serão exibidos na SERP. Esta otimização de SEO deve ser utilizada nos textos e imagens do conteúdo em questão.

 

Dessa forma, quando efetuamos uma pesquisa para determinada palavra-chave, tanto o texto quanto imagens e transcrições aparecerão na pesquisa.

Mas cuidado! Incluir palavras-chave de forma excessiva no texto, sem necessidade, é considerado spam e seu site poderá ser penalizado por essa prática.

Preze pela experiência do usuário e publique materiais que ajudarão sua audiência na resolução de problemas. Em contra partida, as pessoas não só dedicarão mais tempo em seu site, como também podem compartilhar seus conteúdos.

URLs amigáveis

As URLs (sigla em inglês para Uniforme Resource Locator), são os endereços das páginas na Web.

URL amigável é um endereço que possibilitam entender do que se trata aquele link. Muitas vezes uma página deixa de receber cliques pela falta de otimização das URLs. Em outras palavras, URLs com aspectos confusos, não passam segurança para que os usuários acessem seu conteúdo.

Exemplo: www.meusite.com.br/blog.php? post=92545378

Título

Os Títulos (Title Tag), são links clicáveis de destaque e devem representar o conteúdo da página. Para garantir que todo o Título seja visível na SERP, é recomendado utilizar no máximo 60 caracteres.

 

Incluir a palavra-chave do conteúdo no Título é essencial em termos de SEO e, quanto mais próximo do início melhor.

Meta Descrição

Uma Meta Descrição (Meta Description) é o resumo do conteúdo e fica logo abaixo do Título, como vimos na imagem anterior. É a oportunidade que temos de criar textos que captem a atenção do usuário sobre a importância do material.

A Meta Descrição deve conter a palavra-chave foco do conteúdo, um CTA (Call To Action) e não ultrapassar 160 caracteres.

Principais formatos de resultados do Google SERP

Não apenas os resultados são diferentes a cada busca, como também os formatos apresentados mudam.

O Google está sempre testando formas de melhorar a experiência do usuário com seu buscador. Como resultado, dependendo do tipo de pesquisa, temos acesso a resultados com formatos diferentes, como veremos adiante.

Featured Snippet

Também conhecida como Posição Zero do Google, a Featured Snippet se encontra acima de todos os resultados. Nem todas as buscas apresentam este formato na SERP, sendo mais comum em resultados no formato de lista ou passo a passo.

 

O curioso deste formato de resultado é que, muitas vezes, a empresa que aparece na posição zero, não está ranqueada nas primeiras posições.

Links Patrocinados

Os Links Patrocinados do Google são os anúncios baseados em palavras-chave. Não apenas é exibido na parte superior da SERP, como também, pode aparecer na parte inferior.

Para não confundir os usuários, os anúncios são sinalizados com a palavra “Anúncio” no início das URLs.

Alguns Links Patrocinados podem apresentar características diferentes, sendo maiores que outros. Isso ocorre devido algumas configurações no momento da criação dos anúncios, e são chamadas de extensões de anúncio. Mas isso é assunto para um outro post.

 

Muitas empresas investem no próprio nome como palavra-chave nos Links Patrocinados. Neste caso, tanto o anúncio quanto o resultado orgânico podem aparecer com extensões, ocupando bastante espaço da SERP.

Imagens

As imagens, quando otimizadas com palavras-chave, também são exibidas nos resultados da SERP. O recurso de imagens é tão importante que existe uma sessão exclusiva para pesquisar por elas. Então, não subestime esta estratégia.

 

Shopping

O Google Shopping também é um formato de anúncio. Para que os produtos de sua loja virtual apareçam nas páginas de pesquisa, primeiro é necessário criar uma conta no Google Merchant Center.

 

Notícias

O Box de Notícias apresenta os resultados mais recentes do tema pesquisado.

 

Painéis e Cartões de Conhecimento

Pesquisas sobre pessoas, organizações, coisas ou lugares podem exibir painéis com compilados de informações. Tanto os Painéis quanto os Cartões de Conhecimento são criados pelo próprio Google a partir de combinações de diversas fontes de informações.

 

Os Cartões de Conhecimento são apresentados na parte superior da SERP e, em alguns casos, é possível interagir com os Cartões.

Já os Painéis de Conhecimento são exibidos do lado direito da página de pesquisa do Google SERP.

Resultados de pesquisa Local

A feature Local da SERP é dividida de duas formas:

  1. Local Pack: quando estamos buscando por algum estabelecimento físico próximo à nossa localidade, como: restaurantes, hospitais, etc. Neste caso, o Google apresenta os 3 resultados mais relevantes com informações sobre o local, mapa de localização e alguns filtros.
  2. Local Teaser Pack: semelhante ao Local Pack, no entanto, são ativados quando pesquisamos, hotéis, por exemplo. São exibidos 4 resultados com mapa, fotos, preços e filtros.

Vídeos

Assim como as imagens, os vídeos aparecem no formato de miniaturas e é ativado com algumas palavras-chave.

 

Perguntas Relacionadas

Informações de Perguntas Relacionadas são geradas pelos algoritmos do Google com a intenção de auxiliar o usuário em sua pesquisa. Sua posição varia de local na SERP.

 

Pesquisas Relacionadas

Da mesma forma que as Perguntas Relacionadas as Pesquisas Relacionadas são sugestões que o Google oferece baseado em recorrências de buscas.

 

Como melhorar meu posicionamento no Google SERP?

Comece pensando nos objetivos do seu negócio. Em seguida, analise como seu produto ou serviço pode ajudar as pessoas. Muitas vezes seu cliente em potencial não sabe que seu produto é uma alternativa para solução dos seus problemas.

A partir daí, descubra o máximo de informações sobre sua persona e mapeie sua jornada de compra.

Feito isso, seja interessante, não tente vender logo de cara para quem nunca ouviu falar de você. Foque na produção de conteúdo de qualidade, sejam vídeos, blog posts ou social posts.

Preze pela experiência do usuário com conteúdos feito de pessoas para pessoas e não para robôs. Otimize seus materiais com técnicas de SEO, crie estratégias de Link Building e não esqueça de distribuí-los nos canais digitais que sua persona costuma utilizar.

Conclusão

Para avançarmos utilizando estratégias de Marketing Digital, precisamos conhecer o terreno da batalha e suas particularidades. Só assim será possível explorar novas possibilidades e expandir os resultados atuais.

Quanto mais pensarmos na intenção por trás de cada pesquisa, melhores serão nossas posições na SERP.

Se você gostou deste conteúdo, não esqueça de compartilhar o conhecimento. Basta clicar em um dos botões abaixo.